20 de jul de 2014

O frio é psicológico ou real ?

Claro que não . Afinal, frio se resolve com cobertor e uma cama bem  quentinha e não com uma visita ao psicólogo.Quem mora no sul que o diga né pessoal esta semana não esta sendo da quelas que desperdiçamos um companhia qualquer rs.



Quando  a gente esta com  frio, tremendo, com os dedos roxos e quase duros, sempre tem um engraçadinho pra dizer que sim. Mas a partir de hoje, quando vierem te encher o saco porque tudo o que você quer é se enrolar no seu cobertor, você poderá explicar cada detalhe a partir das informações abaixo.

Nosso corpo oscila entre 36º e 37º em temperatura ambiente. Se o meio externo estiver frio, o organismo perde calor e os músculos horripiladores, que ficam na raiz do pelo, queimam carboidratos, gorduras e calorias através dos arrepios.





Longe (ou não) de ser frescura, os pelos e os tremeliques criam uma retenção na entrada de ar da pele, protegendo o corpo. Além disso, o sangue fica concentrado dentro do organismo para produzir calor.

Se você quiser ir ao banheiro vinte vezes ao dia, não fique preocupado. O suor é eliminado em menor quantidade pela pele em dias frios, já que não há tanta perda de calor pelo corpo, apenas pela urina.


Com tanta perda de energia, é normal também que a fome aumente. Não, você não se tornou cosplay da Magali, você só precisa repor as calorias perdidas com tanta atividade corporal.
A respiração também fica mais lenta, já que os músculos recebem menos oxigênio pela redução da força das reações químicas. Assim, não precisa pensar que a idade tá chegando, são apenas os músculos produzindo ácido láctico, que é eliminado em pequenas quantidades, gerando o cansaço físico.


Pronto, agora você já pode dizer que frio não é psicológico, e que se o seu amigo não sente, ele que busque um psicólogo para cuidar das sensações dele. OPS!





Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...