12 de jul de 2014

Casal Chinês vende o próprio filho para comprar ítens em jogo online




Um casal chinês vendeu um de seus filhos, ainda bebê, para poder comprar itens virtuais dentro de jogos
online.

Segundo o site Games In Asia, o casal A Hui e A Mei (nomes abreviados), venderam seu segundo filho para sustentar o vício do pai em games online. A esposa disse a uma TV local que a maior parte da renda da família era direcionada para comprar itens nos jogos, e que os dois achavam que não teriam condições de manter essa vida e criar o filho - então preferiram vender a criança.

Hui e Mei já haviam feito isso antes: a primeira gravidez do casal foi indesejada e eles "não tinham intenção de dar apoio financeiro" à criança, o que fez com que a vendessem para mercadores de bebês locais.

O tráfico de seres humanos é crime punível com morte na China. Crianças compradas dessa forma são revendidas para outros casais dentro do país e até orfanatos, para que as crianças possam ser adotadas por famílias do exterior. O país também tem um sério problema de vício em jogos online, assim como a Coreia do Sul.

Via :Info.Abril
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...