29 de jan de 2014

Brasil preoucupado com a crise do vizinho e exportações cai em 10% neste inicio de ano

Brasil de olho no vizinho Argentina.

A crise cambial Argentina piorou neste inicio de ano e o Brasil já se preocupa com queda nas exportações.

(Se a barba do vizinho pega fogo colocamos a nossa de molho) esta é uma frase bem conhecida em alguns lugares do interior  Brasileiro ,referindo se  aos cuidados que devemos  tomar quando algo esta indo errado com nossos vizinho. ,mais não  é o que se aplica ao caso Brasil e Argentina já que o pais é o terceiro maior parceiro comercial Brasileiro e o maior importador  da produção automotiva do Brasil.

São 87% da produção  de automóveis ,55% das autopeças ,56% dos veículos de carga 58% dos tratores.
Já que 91% dos produtos Brasileiro são manufaturados.Com a crise cambial  da Argentina a (AEB) associação Brasileira de comercio exterior esta em alerta com a saúde financeira do vizinho.

Especialistas acreditam que a queda das exportações Brasileira para Argentina devem cair em até 10%.

A crise Argentina custara ao Brasil um deficit que desde 2003 o pais  desconhecia.No ano anterior o Brasil obteve um superativit de 3,2 BI U$$  com o vizinho um acréscimo de  103% com relação á 2012.Só as exportação de automóveis para a Argentina somaram 4,8 BI em 2013 um aumento de 55% com relação á 2012.

Mais 2014 já esta muito diferente do recente histórico ,só as exportações do setor de transporte com exceto aos cambustiveis de avião ,esta em queda devido as reduções nas vendas de automóveis e veículos de carga.

A falta de estratégia do governo Argentino fez com que a moeda Americana se supervalorizasse dando inicio a atual crise . A moeda Americana passou  a valorizar no mercado Argentino .O governo  Argentino tomou decisões confusas mas voltou atrás ,em medidas controversas ,facilitando a compra da moeda desde de que o interessado comprove ganhar mais de dois salários mínimos .

Com tanta  procura pela moeda , as medidas de ultima instancia do governo Argentino expõem os mais pobres aos efeitos negativos da crise. 

O governo Argentino afirma que a  crise não afetara o Mercosul como um todo.

Um comentário :

Curtiu o post comente logo abaixo ficamos felizes em receber sua opinião.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...